Conhecendo o Projeto Tamar Bahia
   Tive a oportunidade de conhecer o trabalho do Projeto Tamar Bahia de perto. Para quem não sabe, Tamar significa tartaruga marinha e foi criado justamente para proteger esse animal que já se encontra em extinção.

   O projeto Tamar foi criado em 1980, e foi uma união de esforços entre a fundação Pró-Tamar e o Centro Tamar/IMCBio. O projeto trabalha na pesquisa e proteção de cinco espécies de tartarugas marinhas que desovam no Brasil.

Sobre as tartarugas marinhas.

   Existem sete espécies no mundo, sendo que cinco delas são encontradas no Brasil. Infelizmente, todas estão ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda, tartaruga-verde, tartaruga-oliva, tartaruga-de-pente e tartaruga-de-couro.

   As tartarugas marinhas desempenham um papel importante no ambiente. São fonte de alimento para predadores marinhos e terrestres, e importantes consumidores de organismos no mar, servindo como substrato para outras espécies. A cada jornada migratória, elas levam toneladas de nutrientes. A existência de peixes, crustáceos, moluscos, esponjas e medusas dependem das tartarugas marinhas.

Ou seja, preservar as tartarugas marinhas é preservar a vida no mar.

   Ao nascerem as tartarugas enfrentam seus predadores naturais, e apenas um em cada mil filhotes sobrevive até a fase adulta. Entre 20 e 30 anos a tartaruga atinge a idade adulta e começam a se reproduzir, reiniciando o ciclo da vida.

   Porém, esse ciclo biológico estava interrompido, pois as fêmeas que chegavam à praia para desovar quase sempre eram mortas. Seja por redes de pesca, anzóis, degradação de área de desova, fotopoluição e a poluição dos oceanos, além das mudanças climáticas.
Conhecendo o Projeto Tamar Bahia
Conhecendo o Projeto Tamar Bahia
Conhecendo o Projeto Tamar Bahia

Sobre o Projeto Tamar.

   O projeto é reconhecido internacionalmente, e serve de modelo para outros países. Está presente em 25 localidades (seja áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso), cerca de 1.100 quilômetros de praia protegida. Esta presente nos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Ceará, Espírito Santo e Santa Catarina.

   As praias de desova são monitoradas dia e noite por pescadores contratados pelo Tamar, os chamados Tartarugueiros, junto com os pesquisadores.

No primeiro ano, o Projeto Tamar viabilizou o nascimento de 8 mil tartaruguinhas. E até 2016 protegeram 25 milhões.

   E além de tudo isso, o projeto conta com cerca de 1.800 pessoas. A grande parte desse número são pescadores, ou famílias de pescadores, que costumavam caçar as tartarugas para sobreviver, mas que graças ao Tamar hoje asseguram a sobrevivência de muitas delas, seja trabalhando nos centros de visitação, com a produção de camisetas, bordados, artesanatos.
Conhecendo o Projeto Tamar Bahia
Conhecendo o Projeto Tamar Bahia
Conhecendo o Projeto Tamar Bahia
Conhecendo o Projeto Tamar Bahia

Vídeo: Projeto Tamar Bahia .

   Fui no Projeto Tamar localizado na Praia do Forte, na Bahia. E todos me atenderam super bem, e gravei um vídeo para vocês conhecerem um pouco mais sobre o local e o trabalho deles.

   Para assistir o vídeo é só dar o play ou clicar aqui.

   Gostou do vídeo? Não deixe de se inscrever no meu canal e dar like no vídeo para ajudar na divulgação.

   
   O que acharam do projeto? Espero que o post ajude de alguma forma a conscientizar as pessoas a não jogarem mais lixo do mar, e ajudar a cuidar do meio ambiente em que vivemos.

Apaixonada por praia e Sol. Tentando aprender a surfar faz uns 3 anos. Sonha em viajar o mundo todo trabalhando com o blog.

  1. Vickawaii 21/12/2016

    Eu acompanhei sua viagem pelo Instagram e acho que uma das coisas mais legais deve ter sido o Projeto Tamar. Eu era bem mais nova quando tinha pesquisado sobre e acho muuuuuuito legal o trabalho que eles fazem, de suma importância para o meio ambiente!

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

  2. Sté Maciel 21/12/2016

    Ó modeuso, que tartaruguinhas lindas! Acho tão bacana esse projeto, volta e meia na minha cidade natal encontram tartarugas mortas na praia 🙁 é triste demais!

    Beijão, mariasabetudo

  3. Camila Faria 21/12/2016

    Bacana demais esse projeto Bárbara ~ e deve ser emocionante demais ver tudo de pertinho!!!

  4. Andréia Campos 21/12/2016

    Eu fui uma vez também… é tão lindo, né?
    Seria maravilhoso conscientizar mais pessoas. Eles poderiam ter um projeto escolar patrocinado pelo governo, né? Esse sim vale a pena!. <3

    Beijos!
    Andréia Campos
    http://petitandy.com

  5. Bianca 23/12/2016

    Aiww que fofura! Adorei, espero um dia ter a oportunidade de conhecer de perto o projeto. Eu tenho uma tartaruga então fico aqui morrendo de fofura haha. Adorei, inclusive as fotos e os posts que você fez no insta *-* ♡ xoxo, Blog B de Bia